Wednesday, June 15, 2005

Amiga Lésbica

Não aguentei e deixei ela fazer de tudo

Primeiramente quer me apresentar; me chamo Aline, sou estudante de psicologia na PUC de Porto Alegre, estou no começo do curso. Tenho 17 anos e já escrevi um relato ocorrido comigo “Desejos quase Reais”. Depois de minha amiga ter dormido lá em casa, e ter me contado sobre algumas de suas fantasias, fiquei muito pensativa. Certo dia vi novamente ela e uma colega nossa que não gosto muito indo para trás da faculdade de mão dadas. Confesso que fico com ciúmes um pouco dela. Nesta mesma noite, me lembrei das coisas que ela tinha me contado outro dia, que já tinha ficado com outras meninas e que aquela nossa colega estava afim dela. Lembrei também, do problema que ela tinha dito, que logo após que gozava, ela não conseguia segurar a urina que se mijava toda. O fato de ela ter ficado com outras meninas não faz diferença pra mim, pois apesar do assunto me atrair, acho que o que sinto é só curiosidade. Na semana passada aconteceu algo diferente comigo, lembrei destes fatos e quando me dei por conta estava completamente molhada e quente. Pensei na Karem e na nossa colega, a Letícia, transando, e fiquei molhada, ensopada completamente. Tentei livrar minha cabeça deste pensamento, fiquei pensando o que meus pais iriam pensar, eles me expulsariam de casa se me vissem com outra mulher. No dia seguinte, minha amiga que sabia que eu estava curiosa sobre o assunto, me convidou para ir com ela e com a Let para trás do prédio da faculdade, nem que fosse só pra ver o faziam. Não aceitei, achei que fosse bobagem, mas passei a aula inteira suando, só pensando no convite e no que elas faziam. Não preciso dizer que não agüentei, as duas saíram da aula um pouco antes e eu já imaginei aonde iam. Assim que terminou a aula fui para o final do corredor no ultimo andar do prédio, ali tem uma janela que dá para ver um pouco um espaço que fica atrás do prédio. Quando olhei pela janela eu vi a Karem no maior beijo com a Let, parecia que estavam se engolindo. A Let beijava com muita vontade e com uma mão no seio da Karem. A Karem parecia muito excitada, ficava passando a mão pelas costas da Let e de vez em quando na sua bunda. Elas se esfregavam muito, de repente Karem levantou a blusinha da Let e abocanhou o seio dela, parecia que ia engolir. Ficaram assim um tempinho até que a Let abriu o feixo da calça da Karem que costuma usar calças super justas. Ela teve um pouco de dificuldade. Depois que abriu o feixo colocou a mão dentro da calça dela e começo e passar a mão. Notei que cada vez estava mais rápido. Elas se falavam coisas no ouvido uma da outra que fiquei curiosa pra saber o que era, mas não dava por causa do vidro. De repente as duas param e a Karem vai um pouco pra trás, ajeita a calça e entra correndo para dentro do prédio, onde eu estava. Vi de longe que a Letícia ficou meio perdida, depois vi que colocou dois dedos na boca. Senti um pouco de nojo e tesão misturados nessa hora, mas toda aquela cena, novamente me deixou bem molhada. Enquanto isso a Karem entra no banheiro e eu vou atrás; ela entra em um box, fecha a porta e não pára mais de fazer xixi, aí lembrei do que ela me disse que acontecia com ela, de logo após gozar acabava se mijando. Assim que ela saiu do box ela me viu e deu um sorriso. Contei que vi tudo e que eu fiquei excitada, mas que achava que aquilo não era certo. Ela não deu muita bola e disse: -Você que sabe.. com um ar de satisfeita.
Naquela noite não consegui dormir pensando em tudo que eu tinha visto, então resolvi convidar a Karem pra dormir aqui em casa.
Combinamos prá noite de sexta pra sábado, como era de costume. Chegado o dia ela foi direto da aula para minha casa. Ela tomou banho e me convidou para tomar também, mas não aceitei com medo de meus pais verem alguma coisa. Quando deitamos, eu na cama e ela no chão ao lado, comecei a contar prá ela sobre tudo o que eu tinha visto entre as duas. Ela ria um pouco. Depois que terminei ela disse que estava super excitada. Falei que era mentira, então ela coloca a mão em baixo das cobertas e me mostra um filete de gozo entre os dedos. Ela disse que era o leite dela e colocou os dedos na boca, chupando e lambendo bem eles. Aquela cena me deixou muito molhada, não agüentei e deitei do lado dela, ela me pegou pelo pescoço e me deu um beijo muito bom, com um gosto delicioso. Eu não acreditava no que estava acontecendo, eu deitada no chão do meu quarto beijando uma outra mulher, mais o medo de alguém chegar, mas o tesão que eu estava sentindo era muito forte. Ficamos assim um bom tempo, então a Karem abaixo minha calcinha e ficou esfregando sua bocetinha na minha, a safada estava pelada. Ficamos assim por quase uma hora, eu não estava agüentando, estava quase gozado em cima de uma mulher, eu não estava acreditando naquilo, mas estava tão bom que parecia que eu tinha perdido os sentidos. Quando ela falou que estava quase gozando não agüentei e gozei muito, parecia e eu estava gozando dentro dela. Ela sentiu meu gozo escorrendo pelas pernas e me falou que ia gozar, aí abri mais as pernas e ela gozou, gemendo bem baixinho no meu ouvido. Depois das duas terem gozado a sensação era que queríamos mais, então começamos de novo, só que a Karem disse que precisava ir ao banheiro, aí lembrei do problema dela, só que não podia deixa-la ir, senão podia acordar os meus pais e já era tarde. Pedi pra ela segurar, ela disse que ia tentar, e continuamos nos beijando, nos tocando, até que ela disse que não agüentava mais para fazer xixi, só que eu estava quase gozando de novo, ela quase chorava de vontade de ir ao banheiro, aí falei para ela fazer ali mesmo, em cima de mim. Eu não acreditava que estava dizendo isso, mas o momento era único e não sabia quando ia acontecer de novo e o que eu ia sentir depois, então ela liberou o xixi em cima da minha buceta, parecia que estava entrando dentro de mim aquele rio de urina com gozo, começou a escorrer por tudo. Era muito, eu estava morta de tesão, e mesmo assim, com até os seios molhados de tanta urina, nos esfregamos uma sobre a outra e tivemos um gozo maravilhoso, as duas juntas. O tesão era tanto que não me importei com nada. No fundo acho que o fato de ficarmos molhadas de tesão mais o liquido que saída dela, parecia que éramos extremamente intimas e que valia tudo. Ficamos mais um pouco abraçadas e ela em seguida dormiu. Aí deitei na minha cama e dormi um bom tempo depois, só pensando... Gostaria muito de me corresponder com meninas que tiveram alguma coisa de intimo com outras meninas ou tem vontade, ou que queira compartilhar alguma história, ou só dizer se gostou comentando aqui e deixando seu msn. Beijos, Aline

Tuesday, June 14, 2005

Conto de uma amiga muito especial!!

Este é um conto verídico....... By Lindinha

Eu fiz amizade com uma menina..... então todas as tardes eu ia a casa dela....... ela morava com os dois irmãos.... todos eles trabalhavam...... ela trabalhava a noite.... foi então q o irmão dela começou a dar umas olhadas maliciosas pra mim....... e eu sempre gostei d usar mini saias decotes e shortinhos bem curtinhos.... como nos morávamos na mesma rua..... e o tio dela era meu vizinho sempre q ela vinha na casa do tio dela ela me chamava... e eu as vezes estava de camisola.... ou algo do tipo... e o irmão dela me jogando varias cantadas...então um dia ela passou a trabalhar a tarde.... e eu fingindo q não sabia de nada fui ate lá mesmo sabendo q ela não estava..... bati na porta.... e ele abriu... ai eu perguntei por ela e ele disse q ela não estava... me convidou pra entrar ai eu entrei.... ele pediu q eu esperasse um pouco ate q ele trocasse de roupa pois ele ia tomar banho... então eu esperei.... ai ele me chamou no quarto e pediu q eu pegasse a toalha dele.... eu peguei e levei ate lá....... quando entrei no quarto ele saiu do banheiro só de cueca....e ele olhou pra mim e perguntou o q eu achava.... eu disse q nossa.........(.pois nunca tinha visto alguém tão bem dotado.)... foi então...que ele me beijou... e eu fiquei com um super tesão... ai ele me jogou na cama dele...... levantou minha saia.... e foi me beijando loucamente... tirou minha blusa.....tirou meu sutiã..... e eu nunca tinha sentido uma coisa tão boa.... ele foi me lambendo..... chupando meus seios...... e falando q sempre teve vontade de beijar meus seios...... ai ele começou a me acariciar.....passar as mão entre minhas pernas e eu fui ficando cada vez com mais tesão..... ai ele tirou minha calcinha..... e começou a me lamber.,..... ah me chupar...nossa q sensação maravilhosa...... então ele me virou e fizemos um 69 maravilhoso...... ai depois de varias caricias e varias preliminares ele perguntou se podia me penetrar... e eu estava morrendo de vontade......só que não podia.......
Pois eu era virgem,.. então ele perguntou se poderia me penetrar de costas fazer um anal...... eu disse q sim.....mas nunca avia experimentado.......ai ele foi me acariciando...... passando a mão no meu bumbum.... enfiou bem devagar... passou varias coisas..... e fez com q eu ficasse super lubrificada e louca de tesão........ ai eu comecei a gemer e ele cada vez ia enfiando mais....... e estava maravilhoso....... então ele me pegou me colocou deitada abriu minhas pernas e começou a passar o pau dele na minha xaninha........e perguntou se eu não queria mesmo q ele me penetrasse..... ai eu disse q não.então ele me fez chupar ele...... eu fui chupando......nossa acho q nenhum pirulito é tão gostoso como este...... eu chupava como uma louca........ e ele tava adorando....... foi quando ele gozou na minha cara......... nossa q coisa, fiquei toda melada..... e ficamos repetindo ate q ele gozou mais 3 vezes..... ai eu tive q ir embora pq os irmãos dele estavam chegando.... ele me deu um banho.... e eu fui embora...... nossa foi maravilhoso.... nos repetimos isso varias vezes....... só q cada uma foi melhor q a outra......... só q ele não mora mais aqui...... infelizmente........

Sunday, June 12, 2005

História enviada por alguem!


Comendo a minhavizinha gostosa

Relato verídico... bem, a vizinha daki do meu predio eh mtooo gata, tem uns 30 anos, mas é uma morenassa conservada. O marido dela eh meio gordinho, intaum eu creio que ele não deve dar conta do recado, por isso eu tive que dar uma ajudinha, neh! =P Ela tem dois filhos pequenos, e outro dia, quando eu estava jogando bola na quadra do predio ela foi lah me olhar e falow: \"Nossa, como você tá suado!\" , e eu: è... heauahehe, claro neh, tava jogando bola, mas dexei baxo... aih tah, fikei jogando uns 40 minutos e conversando depois com os amigos daki do predio e depois subi... soh q qdo eu xeguei em casa, a porta tava trancada, eu tava sem chave, minha mãe tinha saido... eu: Puta q pariu... desci e fui matar um tempo lah embaixo no playground das crianças, secar akela minha vizinha gostosa... ela tava lah ainda, conversando com outra mãe... ela falow: Uai, o q q houve? e eu: Hehe, fikei trancado do lado de fora... Ela: hmmm... vc num qr subir e tomar um copo dágua naum? vc parece estar com sede! eu aceitei neh, subimos ateh o apartamento dela, e as crianças a menininha foi pro quarto ver desenho e o maiorzinho, duns 5 anos foi tomar banho... aih ela começou a puxar um monte de assunto nada a ver, do tpo: e a escola? e a familia? bla bla bla... eu tava soh olhando pros seios dela, akilo foi me deixando de pau duro, peitoes grandes e suculentos... quando ela olhou minha calça ela ficou vermelha, mas deu uma risadinha safada... eu falei meio sem jeito: desculpa! ela falow: vc naum tem nada que se desculpar, e eu soh tenho q agradecer! e atacou meu pau, ela tirou minha bermuda e ficou olhando pro meu pau, como se não acreditasse... axo q o pau do marido dela naum deve ser mto grande, ela ficou maravilhada... começou a xupar com gosto, e rapidamente eu gozei... ela chupou todo o recheio branco e dexou meu pau limpinho, engoliu tudinho... aih ela tirou o vestido a calcinha e o sutiã e falow: senta assim! e me colocou numa posição meio que apoiado no cotovelo, meu pau durasso apontando pra cima, ela foi e soh pra me provocar agaixou lentamente, abrindo sua boceta totalmente, me dando uma visão clara dakela caverna ainda apertadinha e mal explorada pelo inssosso marido dela...boceta linda, depiladinha... ela guiou a cabeça do meu pau ao seu clitóris e começou a relar lá.... ela gemeu, podia sentir as gotas de gozo pingando de sua xota... ela sentou no meu pau, que foi pouco a pouco entrando nakela delicia de buceta, quentinha, apertadassa e muito molhada... ela cavalgou no meu pau, de costas para mim, e gozamos juntos num delicioso gemido...ela virou pra mim e falow: muito obrigado, eu tava precisando! eu ri... ela falow novamente: vc qr ir de novo? eu tava doido pra fazer eh otra coisa e falei: posso comer sua bunda? ela exitou, falow que nunca tinha feito, mas aih eu falei: vamooos! e comecei a provocala, passando o pau na sua cara, ela dava leves chupadas e mordiscava a cabecinha, comecei a xupar seus seios, massageandoos levemente ao mesmo tempo, e depois deci ateh a sua boceta, onde ela deu seu terceiro gemido em 40 minutos... vencida pelo tesão, ela aceitou me dar a bunda... falow: espera aí um poco! e foi lah dentro no banheiro eu axo e pegou vaselina eu axo, algo bem viscoso... falow: lubrifica bem! eu: pode deixar! passei metade do pote no meu pau e falei: mas voce vai ter que aguentar, faz o q eu mandar ok? ela: tah... eu comecei a lamber seu cú e ela gemeu, lambia o anelzinho de seu cu, depois enfiei um dedo, ela gritou de dor, aih eu falei: jah tah pronta! e botei a cabeça do meu pau no cu dela... ela gemeu, e eu falei pra ela aguentar... aí fui colocando devargarzinho naquela bundinha virgem queria sentir bem e fazer com que ela sentisse bem meu pau, aih eu falei: vou começar mais forte! ela: tah! aih eu forcei, sentia seu cú fazendo força para expulsar meu pau para fora, mas eu naum parava...akele cu tava esfolando meu pau, tava sem camisinha... esfolou meu pau todo, mas foi muito bom, meti até o talo, meu pau tem uns 23 a 25cm... ela gemeu mto, pediu pra eu tirar... tirei o pau soh pra apreciar o estrago, akele cuzinho antes virgen agora arrombado, vermelhasso... aih eu falei: vo meter de novo! e ela: naum, espera! mas nem ouvi! uheahueauhea eu tava determinado a gozar no cu dela, fui metendo devagarzinho para ela sentir meu pau dentro dela e depois bombei, fodi ela ateh gozar no cúzinho dela... depois q ela despaxou as crianças pro quarto, tomamos banhos juntos, onde novamente comi a buceta dela, e depois fui embora... to doido de vontade de esquecer minha chave de novo! :P

Saturday, June 04, 2005

A primeira sacanagem

A primeira sacanagem

Olá pessoal! Meu nome é Junior agora tenho 18 anos e meio e vou contar minha primeira vez.
Foi em 1997 em Olinda-PE, eu tinha 10 anos de idade e tinha acabado de chegar do colégio, minha mãe tinha saído de casa e quando bati a porta para entra estava uma garota que nem lembro o nome e que tinha 15 anos.
Ela disse que iria ficar trabalhando por lá ate a empregada ficar melhor da gripe.
Já era 1 hora e meu irmão estava terminando de almoçar para ir para o colégio e eu iria ficar só em casa, quando meu irmão foi para o colégio ela ficou falando q achou meu irmão gatinho essas coisa mais o ruim q tinha namorada, ai eu disse: você já ta gostando dele?
ela disse, não ele é gatinho mais você é mais!
Ai fiquei sorrindo cheio de vergonha que eu era muito novo e pensava q ela tava querendo me agradar, na mesmo hora fui pegar meu caderno do colégio pra fazer o dever de casa.
Quando terminei o dever comecei a fazer desenhos no caderno, ela viu e falou que achava legal meus desenhos e perguntou se eu fazia alguma tatuagem, eu falei que eu era muito novo pra fazer esse tipo de coisa assim na mesma hora ela mostrou uma tatuagem q ela tinha feito na perna com o lápis hidrocor.
O desenho não estava muito bom e perguntou se eu poderia fazer melhor e logo olhando para a perna dela e disse: claro que posso!
Daí fui correndo no outro quarto e fui pegar os lápis para começar.
Comecei a fazer os desenhos ai quando terminei o primeiro ela perguntou se eu poderia fazer na barriga dela,
Eu estava muito nervoso e ela disse pra eu relaxar e me pegou e me beijou muito, foi o meu segundo beijo de língua e ela pensava q tinha cido a primeira.
Ela ficou meia grilada e depois me falou assim: você já teve seu primeiro beijo mas e a primeira transa??
Daí ela subiu em cima de mim e disse pra eu fazer uma tatuagens nos seios dela.
Ai eu tirei bem devagar a blusa dela e comecei a fazer o desenho, eu mexia aqueles seios deliciosos e sentia como era gostoso aquilo tudo, logo depois fui passando a mão em sua barriga ate descer mais a minha mão.
Eu colocava a mão toda dentro de sua calcinha e sem saber como era uma buceta fui tirar a calcinha dela.
Nossa eu nunca tinha visto uma antes e a primeira vez fui logo pegando!!
Ela pediu pra eu colocar a língua e chupar.
Eu estava tremendo e nunca tinha ficado excitado e fiquem aquele dia.
Comecei a chupar aquela bucetinha bem molhadinha e quente.
Nossa ela começava a gemer eu estava sonhando, ela pediu pra eu tirar minha roupa e eu tirei com um pouco de medo, ela começou a chupar meu pau todinho.
Eu nunca senti aquilo tão gostoso, corri para o banheiro e coloquei as roupas dela lá e fui trancar a porta da casa pra ninguém entrar e pegar agente lá.
Ela disse q eu tinha um pau muito grande pra minha idade, tinha 14 centímetros e ela não acreditou, depois de chupar sentou em cima de mim e começou mexer bem gostoso no meu pau.
Nossa eu estava perdendo a virgindade mais nem sabia o q acontecia depois!!
Ela começou a gemer gostoso e aquilo me deixava mais excitado ainda e na primeira vez é tudo gostoso.
Foi demais depois de 7 minutos mais ou menos ela começou a gozar e me melar todo mais ela não parou por q queria que eu goza se também mas nem sabia o q era direito e nem cheguei a gozar mesmo só senti o tesão todo.
Logo depois bate a minha mãe agitada na porta pedindo para abrir !!
Eu rapidamente vesti a bermuda e disse pra ela ir no banheiro que a roupa dela tava lá.
Quando abrir a porta minha mãe ficou perguntando por q não tinha aberto logo a porta, daí eu disse q estava dormindo mais dei sorte q eu estava com meu pau a barriga melado e ela nem percebeu e depois voltou tudo ao normal.
Depois quando ela saiu do banheiro disse que voltaria outro dia mas no outro dia ela não foi e quem tinha ido foi a empregada que ela estava no lugar.
Daí eu nunca mais a vi e guardei tudo isso q tinha acontecido ate minha segunda vez quando finalmente eu gozei!!!
Mais isso é outra história que no outro dia irei contar a vocês ok?
Bjos e me adicionem
Junior_brazil@msn.com

Com muito tesão

Com muito tesão

Olá! Me chamo Camila e vou contar agora como conheci meu amigão, Junior. Era sábado à tarde, não tinha nada pra fazer e decidi entrar na Internet pra bater papo com alguém. Entrei em uma sala da bol e conheci Junior. A principio não rolou interesse por parte dele, já que ele me julgava muito nova tinha 15 anos, enquanto ele tinha 18. Começamos a conversar, ele nunca me levando a sério, até que de repente começou a surgir um lance legal entre a gente e decidimos nos encontrar. Só que tinha um problema: eu morava em Gravata e ele em recife. Passaram-se alguns meses, começamos a fazer sexo por telefone e pela Internet quase todos os dias. Descobrimos que sentíamos muito tesão um pelo outro. A principio, como eu tinha muito pouca experiência sexual, ficava com muita vergonha, mas aos poucos fui me soltando. Decidimos nos encontrar no metro do centro do recife. Fui, com a desculpa de que queria conhecer a cidade e meus pais me deixaram ir. Saí de casa super nervosa, mal consegui me conter durante a viagem. Qd cheguei no metro, já por volta das 17h e 30min não o vi e fiquei preocupada. Liguei para o celular dele e ele estava de longe me vendo. Se aproximou, nos beijamos timidamente, entrei no onibus e fomos direto para a casa dele. Tínhamos combinado de ficar na boate do irmão dele, mas, por eu ser muito tímida, mal conseguia olhar nos olhos dele. Cheguei meio tensa e nervosa e fui logo tomar banho. Tomei um banho demorado sem pensar em nada exatamente. Qd fui me vestir, não estava pensando direito ainda. Me vesti o máximo que podia. Coloquei uma calça comprida, com uma blusa de manga e deitei no colchão que ele colocou no bar do clube, fingindo sono. Nesse momento ele subiu em cima de mim e nos beijamos apaixonadamente. Ele começou a tirar minha roupa, enquanto nos beijávamos, nossa que boca deliciosa e carnuda. Tirou minha roupa toda, devagar enquanto me lambia e mordia o bico dos meus peitos, baixou suas mãos na direção da minha bucetinha e já encontrou meu pinguelinho inchadinho todo melado. Foi me beijando até que sua boca deliciosa encontrasse minha buceta e começou a lambê-la com vontade. Fiquei com tanto tesão que comecei a gemer como uma vagabunda. Nessa hora ele se levantou e começou a esfregar aquela tora na minha cara. O pau dele era muito grande, não dava pra colocar tudo na boca, eu chupava até perder o ar e deixei aquela pica toda babada. Ele me colocou deitada, levantou minhas pernas e meteu tudo de uma vez só. Eu gritei de dor e de tesão. Senti minha bucetinha rasgando com aquele pau enorme e grosso, fazia tempo que eu não fudia com ninguém e tive muito poucas experiências anteriores. Comecei a gemer de novo. Ele ficava com mais tesão em cada grito que eu dava e estocava com mais vontade. Eu gozei deliciosamente com aquele pau todo enterrado na minha buceta, mas ele não estava satisfeito, queria mais. Me colocou de quatro e começou a lamber minha buceta me deixando com o tesão a flor da pele, de repente enfiou a língua todinha no meu cuzinho. Eu já estava delirando, quando ele enfiou um dedo. Tentou meter a pica no meu cu, mas como era virgem, não conseguiu ainda, porque estava muito apertadinho. Enterrou a caceta toda na minha buceta, começou a me fuder como se eu fosse uma égua, batendo na minha bunda e puxando meus cabelos. Eu gritava como se o mundo fosse acabar e bom q o som não vasava por q era uma boate, eu queria ser possuída como se fosse uma vadia, uma prostituta e ele me fazia sentir assim. Eu gozei de novo, com aquela pica pulsando toda dentro de mim , quando já estava caindo na cama, quase desfalecida, ele veio pra minha frente, me segurou pelos cabelos e despejou a porra toda na minha cara. Aquela porra quente ficou escorrendo pelo meu rosto e pela minha boca com o gosto do meu macho. Tomamos outro banho e dormimos nessa noite agarradinhos. No dia seguinte, quando acordamos, notamos o lençol sujo de sangue, que provavelmente saiu da minha bucetinha por causa dessa foda maravilhosa, com essa pica que certamente toda mulher gostaria de ter no cu e na buceta. Outras fodas vieram e ele finalmente comeu meu cuzinho, mas isso eu conto outra hora. A propósito, estamos procurando mulheres que queiram fazer sexo pela webcam, quem quizer pede seu um dia pessoalmente. Quem se interessar, nos mande um e-mail ta??
junior_brazil@msn.com
adiciona ai garotas

Marcinha

Conheci Marcinha a muito tempo , mas eu era apenas um garoto de 17 anos e ela uma mulher linda com uma filha da minha idade. Sempre achei ela muito sensual, morria de tesão quando eu a via, mas tudo acabava em uma deliciosa punheta, rsrs. Me mudei para o Moreno-PE e fiquei muito tempo sem ver minha Deusa, quando retornei a Olinda, ela foi a primeira pessoa que vi. Passados alguns dias, ela aparece na casa de um amigo, e apoia- se na mesa, fiquei louco de tesão ao ver sua bunda deliciosa. Então comecei a dar em cima, deixando claro meu tesão por ela, enviava recados por amigas de Marcinha, ela é 17 anos mais velha que eu. Um belo dia, vi que ela olhava- me diferente, senti que o momento estava chegando, e fomos a uma pequena fazenda em Itamaraca, mas não havia nada programado. A noite quando nos reunimos em uma fogueira ela aparece linda , enrolada em um cobertor, eu a comprimentei. Ela me olhou e disse , se você fosse mais velho daria um...........! Não deixei que ela terminasse e respondi que havia demorado Então ela se afastou do grupo, e eu a beijei, com o pau super duro, quando encostei em seu corpo. Nos beijamos muito, e aos poucos as pessoas do grupo foram se recolhendo para dormir, ela olhou- me e disse que iria dormir, e se eu queria lhe acompanhar. Não acreditava no que estava ouvindo, mas foi mágico quando cheguei em seu quarto, nos deitamos eu a beijei com vontade, estava uma noite fria e em baixo do cobertor eu sentia o calor do seu corpo, aos poucos fui acariciando sua barriga , e deixei ela completamente sem roupas, esfregava meu pau em sua bucetinha, e sentia que ela estava toda molhada, chupava seus seios e ouvi seus gemidos de prazer, suguei sua bucetinha molhada, massageando os seios. De repente ela vem em cima de mim, e chupa meu pau como ninguém havia feito, fiquei louco de tesão. Coloquei ela de franguinho assado e fui colocando meu pau bem de vagar, que bucetinha apertada!, fazia mais de 03 anos que ela não dava para ninguém. Penetrei sua bucetinha bem devagar, mas fui aumentando meus ritimos e a fiz gozar muito. Depois penetrei sua bucetinha por traz e gozei muito, mas eu não podia permanecer no mesmo quarto que ela, e precisei sair e deixar minha Deusa. Nesta época eu tinha 17 anos e ela 34 anos, continuamos nos vendo e ela se tornou minha grande amiga e a mulher da minha vida.
no fim ela se mudou para São Paulo como muita gente aqui faz pra arrumar um bom emprego e ficou sua filha aqui!!!
imagina o resto
rsrs
junior_brazil@msn.com